#PlenaeAprova: o resultado do Milagre da Manhã

Em sua nova editoria de experimentos, o Plenae realizou o Milagre da Manhã, segundo ensinamentos de Hal Elrod, e conta como foi!

Todos queremos melhorar algo em nossas vidas, mas por que é tão difícil? Para Hal Elrod, autor do livro “O milagre da manhã”, a grande chave é entender que seu nível de sucesso está completamente relacionado ao seu nível de desenvolvimento pessoal. Seja qual for a área da vida que você deseja melhorar, não importa: olhar para si e dedicar tempo para seu crescimento é o caminho. 

Foi assim que surgiu sua proposta de separar 1 hora diária para realizar atividades de desenvolvimento pessoal. E por que pela manhã? Pois parecia o único horário possível sem que a vida viesse e atrapalhasse os planos. Uma hora de práticas capazes de causar grandes impactos se realizadas com consistência: silêncio, leitura, afirmações positivas, visualizações, diário, exercícios físicos. 

Assim, o Milagre da Manhã é um livro que nos chama para a ação. Constantemente, Hal faz perguntas que nos tira da zona de conforto e nos faz refletir profundamente sobre nosso potencial em ser e viver tudo aquilo que tanto sonhamos. E é isso que faz toda a diferença. Conheça o relato da experiência a seguir!

1° semana de prática

“Sete dias praticando diariamente o Milagre da Manhã. Estou bastante impressionada com a capacidade de motivação que o livro traz. Eu, que não me considero uma pessoa disciplinada em nada, muito menos matinal, estou me sentindo comprometida como nunca em minha vida. Hal conseguiu acessar algum botão escondido dentro de mim e, a cada dia que passa, me sinto mais e mais motivada a seguir adiante.

Não é fácil acordar cedo, mas vou fortalecendo minha disciplina a cada amanhecer, quando sinto que venci o dragão da preguiça. Fiz o que é certo e não o que é fácil. Essa sensação é muito empoderadora. O caminho é longo, mas não importa mais, comecei a andar e isso, por si só, já é extremamente transformador”.

2º semana de prática

“Senti que esta semana foi mais difícil que a primeira. Aquele entusiasmo inicial estava se dissipando. Percebi dentro de mim uma ansiedade batendo à porta, querendo ver resultados, querendo viver o êxtase todos os dias. Então me lembrei que estou em um desafio, e isso envolve um certo grau de esforço. Estava fácil demais. 

Hal nos prepara para este momento, dividindo o desafio dos 30 dias em 3 blocos, sendo: (1-10) Insuportável; (11-20) Desconfortável; (21-30) Imbatível. Então o mantra do momento é: esse sentimento é temporário. As mudanças são dolorosas e precisamos estar abertos a vivenciar este desconforto. Uma respiração profunda. Seguimos”.

3º semana de prática

“Passei pela parte mais desafiadora, os primeiros 21 dias, agora acordar cedo e realizar as práticas matinais ficou fácil, prazeroso e mais, indispensável. Minha mente, que inicialmente fazia de tudo para me convencer a dormir mais, agora é um eco ao longe e desiste rapidamente, pois sabe que é uma batalha perdida, vou me levantar. Realmente, começar o dia com calma, dedicando tempo a mim mesma, não tem preço. 

No domingo, ainda que não tivesse nenhum compromisso, acordei cedo para poder realizar cada prática com mais tempo e meu Milagre da Manhã durou a manhã inteira.  Escrever é uma das minhas práticas favoritas e uma das formas mais deliciosas e incríveis de organizar meus sentimentos e pensamentos. Quanto mais escrevo, mais clareza tenho. Para ampliar o bem-estar da meditação matinal, agora também me dou de presente 5 minutos de silêncio na hora do almoço. Sinto o Milagre da Manhã se expandindo ao longo do dia, vou encontrando pequenas brechas de tempo para estar mais comigo mesma e isso é maravilhoso”. 

4° semana de prática

Consegui. Completei o desafio de “O milagre da manhã” para uma mudança de vida em trinta dias, proposto por Hal Erold. O que aprendi? Em primeiro lugar, observei que sempre quando quero mudar algo em minha vida, aparece uma voz rígida e exigente. Ela é a responsável por, já na primeira falha, me colocar todos os rótulos negativos e tornar o desafio algo quase impossível de superar. Neste sentido, ser gentil comigo mesma foi crucial durante o processo e, apesar de não falhar nem um dia no meu propósito, alguns dias fui mais flexível, respeitando minhas limitações e entendendo que é um passo de cada vez.

Foi igualmente importante me manter sempre motivada. Para isso, usei duas estratégias que o Hal menciona no livro: encontrei um parceiro de responsabilização e reli o livro. O parceiro eu encontrei dentro de casa, o que foi maravilhoso. Tentei convencer meu namorado a fazer o desafio comigo, as palavras foram fracas, o que ajudou mesmo foi meu próprio engajamento e disciplina. Ao me ver tão dedicada, ele foi se inspirando e se motivando, e duas semanas depois ele começou a fazer o Milagre da Manhã comigo. Hoje quando um desanima, o outro é a voz do estímulo. Realmente faz diferença e ajuda muito. Reler o livro foi importante também, isso me ajudou a relembrar o porquê de ter dado o primeiro passo, me motivou a me comprometer uma e outra vez. 

Hoje, olho para trás e, com um sorriso no rosto, agradeço àquela primeira versão de mim mesma pela coragem de ter dado o primeiro passo, pela força de ter ultrapassado os momentos mais difíceis. Vislumbro o futuro e me preencho de entusiasmo, cada dia consigo ver mais nítida a imagem desse novo “eu”. E assim, declaro meu novo compromisso: fazer as práticas de desenvolvimento pessoal por, pelo menos, um ano e ver os resultados dessa dedicação a longo prazo. Não quero parar agora, virei “milagreira” da manhã!

Conclusão

60 minutos + 6 práticas de desenvolvimento pessoal nas primeiras horas da manhã: isso é tudo o que você precisa para conquistar disciplina, clareza, diminuição do estresse e um aumento de foco e felicidade. Essa é a promessa de Hal Elrod àqueles que se dedicam com firmeza ao desafio de 30 dias do Milagre da Manhã. Acompanhamos de pertinho este desafio e podemos dizer que sim, um mês de meditação, afirmações positivas, visualizações, leituras, escritas e exercícios físicos são capazes de fazer você se sentir outra pessoa. 

Para nós, “O milagre da manhã” é, de fato, um livro capaz de transformar seus dias e te colocar em um caminho de crescimento pessoal extraordinário. A divisão do desafio em 3 partes bem definidas ajuda a ultrapassar os obstáculos que se apresentam no caminho. De insuportável a imbatível, ele nos mostra que, ao superar o desconforto e a briga interna dos primeiros 20 dias, o novo hábito irá se tornar fácil e prazeroso – assim ocorreu.

O momento de silêncio diário ajudou na diminuição do estresse, as afirmações positivas aumentaram a autoestima e o bem-estar e a escrita trouxe clareza e foco no que importa. Por fim, acordar 1 hora antes do necessário não é fácil para ninguém. Sendo assim, a determinação em fazer isso diariamente construiu a incrível virtude da disciplina, tão necessária para conquistar tudo aquilo que desejamos.

Tags: / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / /