Coloque em prática

Acabaram suas desculpas: conheça 5 aplicativos para malhar em qualquer lugar!

Na academia do seu prédio ou na sala da sua casa, não importa o lugar! Conte com a ajuda desses aplicativos para não ter mais desculpas para não se exercitar

27 de Setembro de 2022


Se você acompanha o Plenae há algum tempo, deve saber que exercício físico é assunto constante por aqui. Isso porque é preciso cuidar do corpo não só para chegar longe, mas para chegar até o fim desse dia mesmo com qualidade. Não cuidar do corpo pode afetar todo o resto de seus outros pilares e, por isso, é preciso achar uma forma de não furar seus treinos diários.


Há diferentes caminhos para isso: encontrar uma atividade física que você goste e que você sinta vontade de ir todo dia, ajustar a logística dentro da sua rotina, criar “recompensas” pessoais a cada treino concluído, entre outros. Mas que tal usar a tecnologia a seu favor?

Durante a pandemia, nos vimos impedidos de sair de casa, e muita gente improvisou em sua própria casa um cantinho para malhar. Apesar de a pandemia ter dado uma trégua, muitas pessoas se adaptaram ao modelo e seguem em casa. Se você está com dificuldade de encaixar uma academia em sua rotina, seja pela logística ou por motivos financeiros, experimente um dos aplicativos a seguir. Eles podem te ajudar! 

Yoga Go

Para você que já gosta do Yoga, que tal dar uma aquecida nesses exercícios? O Yoga Go mistura poses e movimentos da prática milenar com movimentos funcionais. “O Yoga-Go oferece benefícios à saúde, mente e corpo com yoga, fitness e pilates para todos os músculos e desafios de perda de peso. Você pode emagrecer, dormir melhor, ter um abdômen definido e mais energia”, como definem em sua página. Ele é pago, oferece diferentes planos e está disponível para android e IOS.

Nike Training

Desenvolvido por uma das maiores marcas de esporte do mundo, o Nike Training é gratuito, disponível para IOS e Android e oferece diferentes intensidades e modalidades de exercícios, desde força e cardio a sessões de yoga e mobilidade, para pessoas com diferentes tipos de condicionamento físico. Os exercícios são separados em categorias que abrangem tipos de treinos com ou sem equipamentos, curtos e para atletas.

Adidas Training

Bastante parecido com o da Nike, afinal, são concorrentes diretos. Igualmente disponível para IOS e Android, ele oferece treinos gratuitos e outros para contas premium, ou seja, pagos. Estão disponíveis 30 treinos diferentes, que utilizam apenas o peso do corpo, nos níveis fácil, intermediário e difícil, e 190 exercícios ao todo com instruções em vídeo e áudio.

BodBot

Esse aplicativo é um dos mais completos do mercado e pode ser usado tanto em casa quanto na academia, basta colocar lá o aparelho que irá usar. É como um personal trainer digital, que também pode ser o seu nutricionista, afinal, o aplicativo oferece a função nutrição que registra as preferências alimentares e alergias do usuário, e faz sugestões nutricionais para alcançar o objetivo cadastrado. Disponível para IOS e Android e pede uma contribuição financeira baixa.

MapMyFitness

Ele vem da mesma família de outros aplicativos como MapMyRide, MapMyRun, MapMyDogWalk, MapMyWalk. Ele monitora mais de 600 tipos de atividades e, usando o GPS, ele é capaz de rastrear os detalhes da malhação: rota, tempo, distância, velocidade, ritmo e o número de calorias queimadas em tempo real. Também produz um relatório com os dados do usuário. Ele é gratuito e está disponível para Android e iOS.

Procurando na sua loja de aplicativos, você ainda encontra outros aplicativos que oferecem exercícios de alongamento para iniciar e finalizar seus exercícios, além de outros que te ajudam com dieta e até com lembretes de hidratação. Comece hoje a versão de si mesmo que deseja ver amanhã! Use a tecnologia a seu favor.

Compartilhar:


Coloque em prática

5 passos para ser mais sustentável

Acredite: ajudar o planeta pode ser mais simples do que você imagina!

31 de Março de 2023


Já ouviu o quarto episódio da décima primeira temporada do Podcast Plenae? Se a resposta for não, ouça já aqui e prepare-se para se inspirar. Se a resposta for sim, você já conheceu a história transformadora de Daniela Lerario, que resolveu largar um emprego “de sucesso” aos olhos da sociedade para se dedicar integralmente a proteger o nosso planeta. 

“O meio ambiente somos nós. Nós somos a natureza. Nessa corrida, todo mundo ganha ou todo mundo perde. Ou somos parte da solução ou continuamos parte do problema”, reflete ela, na finalização do seu episódio. Aqui no Plenae, acreditamos fielmente nessa máxima de que somos parte do que nos cerca. 

É sobre isso que tratamos nas matérias do pilar Contexto, e o meio ambiente, é claro, não poderia ficar de fora. Já te contamos, por exemplo, como diminuir o desperdício de comida neste artigo e até qual a relação entre moda e planeta e onde você entra nessa dinâmica

Hoje, traremos dicas práticas de como práticas simples podem ajudar nessa jornada em busca de um planeta melhor para todos. #Spoiler: você pode começar qualquer uma delas ainda hoje! Confira a seguir.

Atenção nas compras

Aqui, são várias as dicas dentro de um só tópico. No caso da compra dos eletrodomésticos, esteja atento aos que possuem o Selo Procel, que tem como objetivo "indicar aos consumidores os equipamentos e eletrodomésticos disponíveis no mercado nacional que apresentam os maiores índices de eficiência energética em cada categoria”, como explica o site institucional do selo.

Ele ainda “estimula a fabricação e a comercialização de produtos mais eficientes, do ponto de vista energético, minimizando os impactos ambientais no país”. Você com certeza já esbarrou com ele por aí e isso é um bom sinal. Se você está equipando sua casa, não tenha dúvidas e invista nesse selo.

Mas nem só de compras grandes estamos falando. Você pode ir a um supermercado e optar por bolsas de pano no lugar das sacolas práticas para transportar os seus produtos. Mesmo ao escolher esses produtos, busque as opções que possuem menos descartáveis possíveis. 

Daniela Lerario conta que sua preocupação mora até na hora de comprar uma simples caneta que, para ela, não necessita de uma tampa. As de clique desempenham o mesmo papel e, nesse pequeno ato, você já evita um lixo que poderia ir parar no mar, por exemplo.

Ainda nessas compras, planejar o que você irá comprar pode evitar o desperdício de dinheiro, de comida e de embalagens que iriam para o lixo sem chance de reciclar, por conterem comida dentro. Nesse planejamento, você consegue também escolher onde comprar, o que nos leva a próxima dica.

Dê preferência ao pequeno produtor

Para isso, não é necessário ir tão longe: uma feira urbana já pode ser o caminho. Mas por que tomar essa decisão, afinal? Simples: em primeiro lugar, pela sua saúde. Comprando ingredientes naturais e de pequenos produtores, você passa a conhecer melhor a procedência do alimento que irá ingerir. 

Mas há também um outro fator envolvido. Comprar do pequeno faz a economia circular ali, em um ecossistema menor. Isso é positivo porque as grandes indústrias, que já são ricas o suficiente, também são grandes vilãs na maioria das vezes quando o assunto é sustentabilidade. 

Por fim, ajudar o pequeno ainda gera um maior senso de comunidade, que pode não parecer, mas tem muito a ver com sustentabilidade. Uma vez unidos, é mais fácil no futuro implementar outras políticas públicas, mais focadas na sustentabilidade de grosso modo, como hortas comunitárias ou um sistema efetivo de coleta de reciclagem.

Reciclar, sempre!

E falando em reciclagem, é claro que ela não podia ficar de fora. A atividade é tão importante que há até mesmo uma lei de incentivo à reciclagem que prevê benefícios fiscais para empresas comprometidas com a prática. Outra lei, essa um pouco mais antiga, obriga condomínios comerciais e residenciais com mais de 50 unidades a acondicionar separadamente os resíduos recicláveis produzidos em suas dependências. 

Se você mora em prédio e ele conta com uma coleta seletiva, já fica mais fácil de reciclar. É só separar o seu lixo corretamente, descartando tudo que for orgânico separadamente e lavando as embalagens recicláveis. É preciso que elas estejam limpas para o seu descarte correto - e, convenhamos, essa é uma etapa rápida. 

Se você mora em casa, confira no site da prefeitura de sua cidade os dias que a coleta seletiva passa na sua rua. Por fim, há alguns estabelecimentos como os Ecopontos ou até instituições privadas - como alguns supermercados - que recebem seus lixos. 

Economize. Sempre.

Economizar é a palavra de ordem para quem busca ser mais sustentável. Economize a luz da sua casa e apague durante o dia, quando o sol pode te servir de iluminação natural. Economize água, seja no banho, na hora da louça, ao escovar os dentes. 

Há quem defenda até mesmo o xixi no banho, para que se economize a água da descarga. Dá para juntar mais roupas antes de lavar e, assim, utilizar melhor a sua máquina. Dá também para trocar todas as suas lâmpadas por fluorescentes. Tire da tomada aparelhos que nunca são usados. 

Mantenha a sua geladeira longe de fogão, forno, ou de portas e janelas, pois isso faz com a incidência solar aqueça-os e demande um trabalho maior do termostato de cada um, gastando energia elétrica desnecessária.

Economize nas compras. Afinal, você precisa mesmo de mais essa roupa? Neste artigo, te falamos sobre o movimento minimalista e aqui ele pode ser seu grande aliado, além do movimento slow, que também te contamos por aqui. Economize ao fazer compras no supermercado e até mesmo ter uma horta pode te ajudar a cultivar os seus próprios temperos, por exemplo, e ainda de quebra traz a natureza para sua casa. Também te trouxemos os benefícios da jardinagem!

Economize até mesmo na sua quantidade de lixo. Te falamos sobre a reciclagem, que é etapa fundamental para quem busca ser mais sustentável, mas a atitude ouro para o planeta é produzir cada vez menos lixo. Comprar a granel, por exemplo, pode ser uma saída, assim como dispensar copos plásticos. A Fernanda Cortez, idealizadora do Menos1lixo, traz alguns conteúdos nessa área que podem te ajudar.

Invista

Seja em ONGs nas quais você acredita no trabalho e que estejam focadas na causa ambiental. Seja em uma composteira em casa, que vai te demandar um trabalho inicial e um espaço só para ela, mas que depois será perfeito para o descarte dos seus lixos orgânicos. 

Invista ainda em energia solar, se você morar em casa, pois isso é bom não só para o planeta como também para o seu bolso. Pode parecer caro de imediato, mas a economia virá com o tempo, acredite. Carros elétricos, que ainda estão chegando por aqui, também podem ser um bom investimento se você tiver o dinheiro necessário.

Por fim, invista tempo do seu dia para repensar sobre suas práticas. Uma vez que se tornar um hábito, você verá que sempre é possível fazer mais pelo planeta!

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais