Coloque em prática

Plenae Drops: Marcio Balas e o improvisar da vida

Marcio Balas e o improvisar da vida fazem parte da terceira edição do Plenae Drops, a pausa que o seu dia precisa!

10 de Janeiro de 2021


Como trazer a leveza do improviso para seu ano novo? É o que pretende ensinar o apresentador, improvisador e palestrante Marcio Balas em seu episódio “Como abraçar o improviso em um ano de incertezas?” no Plenae Drops - Resoluções de Ano Novo.

Se o improviso é a arte de se adaptar à situação que se coloca com criatividade e leveza, porque não trazer essa prática para a sua vida? Por meio de técnicas e conceitos do ambiente cênico e circense, Marcio traz em seu vídeo os três tipos de “sim” que vão nortear essa nova postura: o sim para si mesmo, sim para o momento e o sim para o outro.

Essas afirmativas dizem respeito a se aceitar, se perceber, se reconectar consigo mesmo, com tudo e com todos que te cercam e encarar seus dias com a leveza de um palhaço que improvisa.

E você, já improvisou hoje? Aperte o play e inspire-se!

Compartilhar:


Coloque em prática

Seis maneiras de fazer novos amigos

Comprovadamente um dos pilares importantes para a nossa saúde, aprenda a fazer novas conexões de forma mais natural e espontânea

13 de Fevereiro de 2019


1. Aprenda a identificar oportunidades
“Nós perdemos chances de fazer amigos todos os dias”, diz Kate Leaver em seu livro The Friendship Cure (A Cura da Amizade, em tradução livre). Leaver aconselha ter coragem de dar pequenos passos quando as oportunidades surgirem.

“Em vez de forçar uma conversinha com o seu vizinho gentil, peça-lhe um pouco de café e faça disso uma oportunidade para conhecê-lo. Em vez de deixar uma festa sem pegar o contato da irmã do namorado da sua amiga, adicione-a no Facebook e convide-a para um café. Você ficará surpreso com quantos amigos em potencial já estão em sua órbita”, afirma ela.

2. Siga seus interesses
Participar de um grupo, clube ou aula é uma forma eficaz de conhecer pessoas. “Unir-se para uma atividade, projeto ou meta compartilhada é uma experiência que pode promover vínculos e conexões”, diz a terapeuta Miriam Kirmayer. Escolha um desafio ou habilidade pelo qual você é apaixonado, porque assim se divertirá e se sentirá mais à vontade para iniciar uma conversa.

3. Permita-se ser vulnerável
Pode ser assustador tentar fazer amigos. E se suas iniciativas forem rejeitadas? Leaver e Kirmayer dizem que um grau de vulnerabilidade é necessário para tentar fazer amizade. Mas se fechar para o mundo não vai ajudá-lo.

4. Use tecnologia - mas não exclusivamente
"Mídias sociais podem ser extremamente benéficas para fazer amigos quando adulto”, diz Kirmayer. Mas, acrescenta ela, as redes não substituem as interações pessoais. “Quanto mais confiamos nos aplicativos, menos prática temos com os tipos de conversas e experiências que realmente nos permitem criar amizades íntimas, em oposição a conexões superficiais.”

5. Não coloque muita pressão nisso
À medida que envelhecemos, nossas amizades inevitavelmente mudam. De acordo com um estudo publicado em 2016, atingimos nosso pico de amizades aos 25 anos. Quando tentar fazer amigos na vida adulta, não coloque muita pressão sobre a outra pessoa, nem espere muito dela.

6. Faça perguntas e ouça
Uma dica simples, diz Leaver, é fazer perguntas e escutar ativamente. Isso não quer dizer que você deve sair por aí interrogando pessoas, mas demonstrar interesse genuíno pelo outro. Fazer perguntas e ouvir as respostas pode levar você a um longo caminho no sentido de estabelecer conexões mais significativas.

Leia o artigo completo aqui.
Fonte: Amy Sedghi
Síntese: Equipe Plenae

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais