Coloque em prática

Ter um cão melhora a saúde do coração

Quem já teve cachorro sabe o quanto o animal desperta alegria, afetividade e brincadeiras.

17 de Julho de 2018


Grupo de pesquisadores suecos encontrou evidências estatísticas de que a convivência com os cães faz bem à saúde do homem. Quem já teve cachorro sabe o quanto o animal desperta alegria, afetividade e brincadeiras. Estimula hábitos saudáveis – como caminhar e socializar com a vizinhança. “O cachorro pode funcionar como muleta social”, diz o autor principal do estudo, Tove Fall, epidemiologista da Universidade de Uppsala, na Suécia.

A pesquisa

Na Suécia, todos os cães são registrados na Junta Sueca de Agricultura e identificados por número com tatuagem na orelha ou chip subcutâneo. Os pesquisadores levantaram dados demográficos de 3,4 milhões de pessoas com idades entre 40 e 80 anos. Descartaram aqueles com registro de doenças cardíacas.

Os dados foram cruzados com Registros de Causa Morte de 2001 a 2014. Controlaram idade, sexo, estado civil, renda e outros fatores. Os donos de cães apresentaram risco de morte diminuído em 20%, em geral, e em 23 % por motivo de doenças cardíacas. O estudo completo publicado no fim de 2017 está aqui.

Influência da raça

Donos de Pointers Ingleses (ou Perdigueiros) e de Retrievers apresentaram melhores resultados. Isso pode significar que os benefícios podem variar de acordo com as raças, segundo Fall. Este não foi, no entanto, um estudo de causa e efeito. Leia o artigo original aqui. Uma série de estudos anteriormente publicados já apontavam para a diminuição dos riscos de doenças cardiovasculares. Destaca-se o da Associação Americana de Cardiologia, realizado em 2013.

Fonte: Nicholas Bakalar
Síntese: Equipe Plenae

Compartilhar:


Coloque em prática

Plenae Drops: Andrea Janer e o futuro construído

Andrea Janer e o futuro construído fazem parte da terceira edição do Plenae Drops, a pausa que o seu dia precisa!

13 de Janeiro de 2021


Estamos atentos aos próximos grandes acontecimentos que podem afetar o futuro da humanidade? É o que debate Andrea Janer, fundadora da plataforma de conteúdo e inovação Oxygen, em seu episódio “Informações e Tendências: como usar a nosso favor para viver um 2021 de forma leve” para o Plenae Drops - Resoluções de Ano Novo.

Seu trabalho consiste em entender os movimentos e mudanças mundiais e, com isso, ajudar pessoas e empresas a entenderem as tendências do futuro. Mas, para ela, esse mesmo futuro não é algo a ser desvendado por qualquer especialista que seja, e sim construído de maneira conjunta, por todos nós.

Mais do que adivinhar o que vem por aí, nossa principal preocupação deveria ser justamente construir o que vem por aí. Para isso, é preciso repertório e a sensibilidade de se aprender com o que passou.

Além disso, Andrea ajuda nosso espectador a consumir informação com qualidade, fator importante para a construção desse futuro conjunto, com dicas como “preste atenção às fontes que você procura”, “não acredite em tudo que você lê” e “procure conversar com alguém que pensa diferente de você”, entre outras.

E você, já construiu o futuro onde quer morar hoje? Aperte o play e inspire-se!

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais