Coloque em prática

Um carnaval para cada um: dicas de como curtir no seu ritmo

É tempo de folia – ou não. Separamos algumas opções para os mais diferentes perfis de foliões aproveitarem o feriado à sua maneira

21 de Fevereiro de 2020


O feriado mais brasileiro dos feriados acaba de chegar. Há quem goste tanto de pular os quatro dias seguidos de carnaval, que se prepara meses antes. “Começo já em setembro ou outubro a procurar qual vai ser o próximo destino, porque eu sempre viajo” revela Jéssica Mendes, 31 anos, foliã de carteirinha desde os 22. Passagens compradas, hotel reservado, hora de começar a pensar em toda a sua produção carnavalesca.

“Faço uma lista de fantasias que quero usar, duas opções para cada dia, e então vou atrás dos acessórios que vão compor todas elas. Tenho uma margem de 2 a 3 meses para procurar tudo e deixar tudo pronto, e mesmo assim às vezes ainda me falta tempo” conta Jéssica.
Não é nem de longe o caso de Francine Vieira, 25 anos, antifolia desde criancinha.

“Acho divertido observar como as pessoas se envolvem e se comprometem com a ‘causa’ do Carnaval, mas eu nunca fui assim. Por mim, fico os 4 dias em um resort afastado, só curtindo o barulho do mar, sem marchinhas” revela a menina.
O fato é que, amado ou odiado, o Carnaval é um dos maiores feriados prolongados do país, trazendo tempo de sobra pra quem quer se jogar na multidão, ou para quem prefere mais sossego.

Sendo assim, separamos algumas dicas que podem agradar a gregos e troianos, fazendo desses 4 dias tão intensos e legitimamente brasileiros, um festival de bem-estar e felicidade! E não se esqueça: se for testar uma das nossas sugestões, poste no instagram e marque o @portalplenae.

NA FOLIA

Quem pretende se banhar de glitter e correr atrás do trio, provavelmente já tem um cronograma certinho para não perder um só minuto de festa. Mas quais festas afinal? As mais variadas, é claro!
Você pode ocupar as ruas da sua cidade e escolher um bloquinho que percorra uma distância entoando sons da sua preferência, sejam marchinhas ou até Beatles (como é o caso do bloco carioca Sargento Pimenta).

Se cansou só de pensar em andar por aí dançando? Calma, você pode escolher um único show temático de algum artista de sua preferência que se apresentará na sua cidade e pronto, é só escolher seu drink e ficar assistindo.
Há ainda o carnavalesco das antigas, que gosta mesmo é de ver os carros de alegoria passando.

Esse precisa somente de um pouco mais de planejamento: os ingressos para as apresentações no Sambódromo costumam começar a vender meses antes, a preços mais acessíveis. Caso seja sua primeira ida a um sambódromo, não se esqueça que é proibido entrar com garrafas de qualquer tipo de bebida, além de alimentos. Tudo que será consumido deve ser comprado lá dentro.

Por fim, porque não dar sua própria festa? Escolha um tema, avise seus amigos, prepare os comes, bebes, sua playlist, e claro, sua decoração! Assim você consegue curtir exatamente o que está procurando ao lado de quem você mais ama.

NA CIDADE

Não viajou, mas não quer muito agito? Você não precisa nem ficar em casa e nem correr atrás do trio. Que tal fazer um turismo dentro da sua própria cidade? Consulte o site dos museus que você sente vontade de conhecer, e descubra qual exposição está passando no momento. Outra dica de ouro: todos eles oferecem entrada gratuita uma vez por semana. Confira e se programe.
Cinema é bom e nunca enjoa. Mas esqueça aquele shopping perto da sua casa! Tente propostas diferentes, como salas mais interativas ou até a volta dos saudosos drive-thru.

Teatro também é sempre uma boa pedida. Se a sua cidade tiver um teatro municipal, talvez seja essa a oportunidade perfeita para você conhecer.
Mas, nem só de cultura vive um feriado. Esportes ao ar livre podem ser uma boa pedida para esse feriado tão a cara do verão. Você pode andar de bicicleta por aí, correr, ou até fazer um piquenique em algum parque enquanto observa os foliões passarem.

Falando em piquenique… Comida! Restaurantes queridinhos, restaurantes novos, restaurantes temáticos, restaurantes exóticos. Restaurantes. Não deixe de frequentar pelo menos em um dos quatro dias algum de sua preferência. Assim você pode degustar de um belo prato sem ter que pensar na louça ou no horário.

VIAJANDO

Fez as malas e decidiu encarar a estrada como milhares de brasileiros? Então anote aí: confira os horários de pico da estrada para evitar o trânsito e conseguir curtir ainda mais o seu feriado. Importante também saber os pontos no seu trajeto onde terão pedágios e lanchonetes para a famosa pausa.
Chinelo no pé, chapéu na cabeça, câmera filmando tudo e muito protetor solar. Agora é só ir conhecer tudo que o seu destino tem para oferecer.

Aqui nesse tópico, valem as dicas dos tópicos anteriores: se de folia for seu coração, faça uma listinha prévia dos pontos mais badalados do seu destino, com horário e sugestão de caminho a se fazer. Nada de ficar perdido e acabar perdendo a festa.
Se a sua intenção for viajar para aproveitar e conhecer um lugar novo, faça também uma listinha prévia, principalmente de passeios que demandam convites.

Eles podem acabar exigindo uma certa antecedência na compra dos tickets. Confira a previsão para não ser pego de surpresa. Assim, se algum dia der chuva, você já terá aquele baralho estratégico na sua mala, para não cair no tédio. E ah, não se esqueça: ande sempre com dinheiro trocado, vai que você esbarra em uma feirinha típica por aí?

EM CASA

Não viajou, não se jogou na folia e decidiu não encarar a lotação da própria cidade. Sem problemas! Nada como nosso próprio lar. Aproveite esse tempinho para se reconectar com sua própria casa. Seu lema nesses próximos dias deve ser o autocuidado, seja com seu cantinho ou consigo mesma.
Que tal pintar aquela parede que você sempre quis pintar? Ou mudar a disposição dos móveis?

Já sei: arrumar sua biblioteca pessoal, aquela lá que você sempre diz não ter tempo.
Falando em livros, aproveite para tirar a poeira dos seus e retomar esse hábito. Esses quatro dias podem ser perfeitos para a ler ou colocar suas séries e filmes queridinhos em dia. Começar algo do zero pode ser legal. Isso pode ser uma nova coleção, ou um novo hobbie.

Sempre teve vontade de fazer velas perfumadas ou cadernos artesanais? Você tem quatro dias para testar, errar e acertar, até ficarem perfeitos.
Você pode também testar uma receita nova, dessas bem trabalhosas que levam o dia inteiro e o resultado é incrível. Aproveite e comece uma horta, assim no próximo feriado você terá ingredientes fresquinhos para incrementar suas invenções na cozinha. 

Pronto! Agora o que não te falta são opções, certo? Se jogue nesse feriado da maneira que te atender melhor, o importante é aproveitá-lo, afinal, parte da qualidade de vida é saber descansar. Aproveite!

Compartilhar:


Coloque em prática

Cinco passos para mudar seus hábitos

Alguns truques psicológicos ajudam a adotar bons hábitos de vida

5 de Agosto de 2019


Escolher o momento certo para adotar um novo hábito é uma das dicas para colocar o plano em prática com sucesso. Conheça outros quatro.

1. Identifique um gatilho

Criar um hábito é tentar formar um elo de comportamento na memória. “Você realiza o comportamento sem ter que fazê-lo intencionalmente”, diz Phillippa Lally, pesquisadora da Universidade College London, que estuda hábitos.

Os gatilhos podem ser internos ou externos (como sentir fome ou fazer uma xícara de chá) e são mais eficazes quando encontrados todos os dias, inclusive no fim de semana, para minimizar o planejamento diário e a força de vontade. Alguns exemplos de gatilhos diários são acordar e fazer as refeições.

2. Seja específico

Pense exatamente no que você quer fazer. "Não estabeleça uma meta genérica como: quero comer mais frutas e verduras", sugere Lally. "Você precisa ter um plano específico para saber exatamente quando e como vai fazer isso." É mais provável que um comportamento se torne habitual se você gosta dele ou o considera gratificante. Mesmo que seja algo que você acha que prefere não fazer, como exercícios, quando você praticar atividade física, provavelmente ficará satisfeito consigo mesmo.

3. Pense em quem você é

Há algumas evidências que sugerem que somos mais propensos a criar um hábito se ele se conecta ao nosso senso de identidade. “Alguns [hábitos] são representações de certos objetivos ou valores importantes”, diz Bas Verplanken, professor de psicologia social da Universidade de Bath. Uma pessoa muito preocupada com o meio ambiente, por exemplo, pode criar hábitos relacionados a um comportamento sustentável.

4. Escolha o seu momento

"Use o que chamamos de 'descontinuidades de hábitos'", diz Verplanken. Trata-se de “momentos em que as pessoas passam por alterações no curso da vida, como mudar de casa, começar uma família ou um relacionamento, se divorciar ou parar de trabalhar”.

Esses eventos interrompem velhos hábitos e permitem que você crie novos. É por isso que as resoluções de Ano-Novo tendem a falhar - sua vida e as rotinas antigas ainda são as mesmas em 2 de janeiro. No entanto, trocar de emprego ou adotar um animal de estimação pode se tornar um catalisador de mudanças mais amplas.

5. Não desista

A pesquisa de Lally desmistificou a afirmação generalizada de que a formação de um hábito leva 21 dias. De acordo com a pesquisadora, a média foi de 66 dias, com algumas pessoas levando até 254 dias (e algumas apenas 18). "Nós modelamos a curva de formação de hábito. Ela começa a subir e, algum momento, atinge o platô", afirma.

Não se desespere se você perder um dia. Segundo a pesquisadora, não se sabe o quanto você pode sair do trilho e retomar o caminho do novo hábito, mas uma ocasião não é desastrosa.

Fonte: Emine Saner, para The Guardian
Síntese: Equipe Plenae
Leia o artigo completo aqui.

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais