Para Inspirar

10 pontos críticos da longevidade

Atualmente, 10,2% da população do globo têm mais de 65 anos. Em 2050, esse contingente será de 21,5%.

28 de Junho de 2018


  1. Demorou 10 mil anos para a população mundial chegar a 1 bilhão em 1804 e apenas 123 anos para alcançar 2 bilhões em 1927. Hoje, o planeta tem mais de 6 bilhões de pessoas e pode dobrar nas próximas duas décadas.
  2. Atualmente, 10,2% da população do globo têm mais de 65 anos. Em 2050, esse contingente será de 21,5%.
  3. Em 2004, a expectativa de vida média era de 76,7 anos, mas a de viver com boa saúde 69,3 anos. Resumindo, passamos mais de 10% da nossa existência sem qualidade de vida.
  4. As pessoas vivem mais, porém a maior parte das que chegam aos 65 anos possuem problemas crônicos de saúde.
  5. A vida se prolongou até 100 anos porque houve uma grande melhora das condições ambientais, principalmente nas habitações e nas práticas de higiene.
  6. Especialistas dizem que apenas uma parte da população longeva tem acesso aos avanços tecnológico da medicina.
  7. A longevidade tem custo alto. Consome 75% das despesas dos Estados Unidos com a saúde.
  8. Um número recorde de pessoas está entrando no sistema médico de saúde. O alto custo dessa assistência vem estressando o sistema de infraestrutura política da saúde e da assistência social em vários países.
  9. A idade é apenas um número, mas o estar saudável começa com o bem-estar, nutrição e hormônios balanceados.
  10. A vitalidade começa com você.
Leia o artigo completo aqui.

Fonte: Paul Savage Síntese: Equipe Plenae

Compartilhar:


O som dos filhos

Pensar na infância dos filhos é, principalmente, ouvi-la.

12 de Outubro de 2023


Pensar na infância dos filhos é, principalmente, ouvi-la. Ouvir seus sons característicos dos pratos batendo, o pulo na piscina, o grito de "o almoço está pronto!". Ouvir as risadas, a voz que ainda não firmou e não para de mudar, ouvir até mesmo as birras e brigas. Ouvir suas dúvidas, suas perguntas mirabolantes, suas frases desconexas que ganham um quê de doçura por serem ingênuas. 

 

A infância ressoa, ela é mais do que um recorte no tempo, um período datado que se baseia na idade ou no desenvolvimento cerebral. A infância é, sobretudo, uma música. Ou várias músicas, que começam nas cantigas e vão até o pop pré-adolescente.  

 

Ela é a composição sonora doméstica de roupas lavando enquanto o filho faz a lição de casa, das cadeiras arrastando, a bola rolando na sala de casa, o protesto para não tomar banho. A infância é o eterno barulho das chaves do carro para levar na casa do amigo, é a pergunta "posso dormir aqui? Deixa vai!".  

 

E você deixa, mesmo sabendo que esses são os primeiros passos rumo a uma liberdade que não tem mais volta e só tende a crescer. E essa liberdade agridoce de se acompanhar. Ver um filho criar asas e ganhar o mundo com suas próprias pernas é como acompanhar um disco daquela banda que lançou vários álbuns premiados, mas começa a elaborar a sua turnê de despedida.  

 

Isso porque agora, os integrantes dessa banda querem trabalhar seus projetos solo, "músicas mais maduras", eles costumam dizer. E iniciar um novo momento em suas próprias vidas onde a junção de notas continuará existindo, mas operando em outra frequência, com a participação de alguns convidados especiais, mas sendo, sobretudo, solo.  

 

Nesse dia das crianças, esteja com seus ouvidos apurados para não perder nenhum som sequer dessa fase tão linda. Repleta de suas complexidades, é verdade, mas quando olhada de maneira integral, é um show à parte cujo camarote é reservado a vocês, pais. Não se distraia desse espetáculo pois, ao fechar das cortinas, não haverá bis. Ouça e, principalmente, sinta.  

O som dos filhos O som dos filhos O som dos filhos O som dos filhos

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais