Para Inspirar

Conhece a técnica da atenção plena?

A técnica ocidental foi criada para melhorar a percepção da realidade e quebrar respostas automáticas

20 de Março de 2019


Atenção plena é uma técnica ocidental criada para melhorar a percepção da realidade e quebrar respostas automáticas, construídas em cima de preconceitos sociais e culturais enraizados no subconsciente. Em inglês, mindfulness without meditation surgiu a partir de experimentos da psicóloga Ellen Langer iniciados na década de 1970. Em contraste com as noções budistas de mindfulness, que enfatizam a “percepção não judiciosa do momento presente”, a abordagem de Langer enfatiza a “atividade dentro da consciência”. Em outras palavras, ela mostra como usar ativamente a mente para desafiar hábitos e pensamentos. Por exemplo, quem tem 70 anos pode achar que não pode agir ou ter sensações como um cinquentão. Para Langer, a mente é capaz de liderar positivamente ou negativamente o processo de envelhecimento. Existe um paradigma sedimentado que liga longevidade e bem-estar, como se o corpo fosse chave e condutor desse processo. Mas um número crescente de pesquisas realizadas nos últimos 40 anos aponta a mente como líder. O início. Langer criou uma carreira distinta da psicologia clássica usando centenas de experimentos criativos para demonstrar a influência da mente em nossa fisiologia e envelhecimento. Professora de Psicologia da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, ela revolucionou a compreensão da conexão mente-corpo com o estudo “anti-horário” realizado em 1979. Nele, Langer manteve um grupo de oito pessoas, de 70 anos, vivendo durante cinco dias como se fossem 20 anos mais novos. O ambiente em que foram inseridos parecia pertencer ao ano de 1959. Eles ainda receberam instruções de que deveriam sentir, pensar e agir como se fossem duas décadas mais jovens. Exames físicos comparativos realizados antes e depois do experimento demonstraram que os participantes ficaram mais flexíveis, com maior destreza manual e ganharam uma postura mais ereta ao sentar. A visão melhorou e a atitude foi rejuvenescida.

Compartilhar:


Para Inspirar

Pobreza limita mobilidade social

Melhorar a vida das famílias carentes é essencial para que seus filhos tenham um futuro próspero.

26 de Junho de 2018


Melhorar a vida das famílias carentes é essencial para que seus filhos tenham um futuro próspero. Pesquisadoras – do Instituto Urbano, nos Estados Unidos, órgão especializado em estatísticas e análises socioeconômicas – apontam que hoje, nos estados americanos, nove milhões de crianças vivem na pobreza até os 17 anos. Uma condição considerada como fator limitante para a mobilidade social. Desses nove milhões de menores de idade, 56% são negras, 36% brancas e 8% de outra raça ou etnia. Foram considerados apenas os dois maiores grupos. Os números apontam que seis de cada dez completam o ensino médio, um índice 30% menor do que o dos filhos de famílias com maiores recursos. Com o passar da idade, apenas um terço consegue emprego sólido ou continua a estudar entre os 25 e 30 anos. Entre os jovens mais abastados, esse índice é 20% maior. Mas existem meios de mudar esse ciclo vicioso.

Ferramentas de mobilidade social.

O instituto apontou quatros estratégias que podem fazer com que mais crianças tenham acesso a um futuro melhor:
  1. Conectar as famílias com os recursos para os quais são elegíveis, assegurando que os pais em situação de pobreza tenham acesso a benefícios e serviços antes do nascimento do filho ou no hospital.
  2. Direcionar os pais a empregos subsidiados, além de desenvolver programas de educação e treinamento aos menos instruídos.
  3. Usar os programas sociais de suplementação de renda de forma a atender às carências de toda a família, principalmente as que possuem crianças e jovens.
  4. Desenvolver estratégias que abordem as condições de bairros e escolas de crianças que vivem na pobreza, bem como programas que ajudem as famílias a mudar para regiões com melhores colégios e oportunidades.
Leia o artigo completo aqui.

Fonte: Predictors of persistently poor children's economic success Síntese: Equipe Plenae

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais