Para Inspirar

Exposição solar ajuda a ter uma boa noite de sono

Enquanto os cientistas entendem a importância de dormir o suficiente, o papel desempenhado pela exposição à luz pode, às vezes, ser negligenciado.

24 de Maio de 2019


O ciclo de sono e vigília é um dos principais comportamentos humanos. Quando adormecido, nosso cérebro memoriza e processa informações. Nosso corpo limpa toxinas e se regenera, permitindo-nos funcionar corretamente quando acordado. Enquanto os cientistas entendem a importância de dormir o suficiente, o papel desempenhado pela exposição à luz pode, às vezes, ser negligenciado. Configurando o relógio do corpo A razão pela qual a luz é tão importante é que ela define nosso ritmo circadiano, ou relógio biológico, por meio de sensores de luz especializados dentro do olho. Nosso olho detecta o ciclo claro e escuro no ambiente e ajusta o ritmo circadiano do corpo de modo que o dia interno e externo coincidam. Isso é tão poderoso que as pessoas que sofrem de lesões oculares graves podem sofrer problemas relacionados ao sono. Jetlag é o exemplo mais óbvio do efeito que a luz pode causar. A exposição solar no novo fuso horário ajuda a redefinir o relógio biológico para a hora local, informando o momento certo para dormir. Luz natural Em 1800, a maioria das pessoas em todo o mundo trabalhava fora e ficava exposta à mudança do dia para a noite. Muitos de nós perdemos essa conexão ambiental por passar o dia em escritórios fechados. Nós nos tornamos uma espécie desprovida de luz, e isso tem consequências profundas para a qualidade de nosso sono e, conseqüentemente, bem-estar. A quantidade ideal varia de pessoa para pessoa, mas sabemos que o nosso corpo precisa de exposição à luz muito brilhante que a maioria da iluminação interna não oferece. Turno da noite O problema é ainda maior para os trabalhadores noturnos. Eles são ativos em um momento em que o corpo está preparado para dormir. Quando dormem, durante o dia, seu sono é mais curto e de pior qualidade. A curto prazo, esse padrão pode provocar respostas emocionais anormais e uma incapacidade de processar informações corretamente. A longo prazo, pode reduzir a expectativa de vida em até seis anos. Estima-se que 97% dos trabalhadores noturnos não consigam se adaptar às demandas de seu padrão de trabalho. Eles são incapazes de mudar sua biologia, porque a luz artificial é muito fraca comparada à luz natural. Em um dia ensolarado, a luz natural pode ser 250 vezes mais brilhante que a de um escritório. Impacto na saúde As conseqüências para a saúde do tabagismo, do álcool e do sexo desprotegido são bem divulgadas, mas a importância do sono e do papel crítico desempenhado pela luz é sem dúvida menos conhecida. Pesquisas adicionais e maior conscientização nessa área podem ajudar as pessoas a fazer escolhas informadas sobre priorizar seu próprio sono e obter luz solar suficiente. Também pode influenciar o modo como as políticas são desenvolvidas por governos, instituições educacionais e locais de trabalho. Minimizar a exposição à luz antes de ir para a cama e tentar obter a maior quantidade possível de luz matinal são passos simples que podem ajudar a maioria das pessoas a regular e melhorar o sono. Fonte: Russell Foster, para BBC Síntese: Equipe Plenae Leia o artigo completo aqui .

Comentários


Faça seu cadastro e passe a receber mensalmente nossa Newsletter!

Ao se inscrever você concorda com os termos de consentimento e política de privacidade