O despertar do esporte

A sensação de dever cumprido depois de um treino feito logo cedo ou no final do dia, com muito esforço, mas a certeza da recompensa.

25 de Março de 2024


A sensação de dever cumprido depois de um treino feito logo cedo ou no final do dia, com muito esforço, mas a certeza da recompensa. Sentir a endorfina correndo pelas veias depois de calçar seus tênis e sair correndo com a música pulsando em seus ouvidos. A alegria de se deparar com a linha de chegada e todos os esforços pessoais que só você sabe ter batido em uma "simples" corrida. 

Dançar com um sorriso no rosto, acertando ou errando cada passo, pois não importa: a métrica de sucesso aqui é se divertir. Dar longas braçadas em uma piscina e sentir a água como extensão do próprio corpo. Respirar de forma ritmada em uma sessão de yoga, segurar uma raquete com força e graça ao mesmo tempo, gritar gol bem alto em uma partida de futebol que passou tão rápido e você só percebeu ao apito do juiz.  

A pontuação do vôlei, do basquete, do handball, tão dinâmicas quanto suas próprias regras, tão rápidas quanto o próprio tempo dos passes, tão divertidas e estimulantes quanto o próprio jogo. O skate, ainda um jovem entre tantos outros mais velhos, que vem descobrindo a alegria do ineditismo como uma criança desbravando novos mundos. A beleza de uma ginasta que esconde por trás dos movimentos precisos e do sorriso no rosto uma força e um foco que não condizem com o seu tamanho. 

O esporte não é uma paixão à primeira vista para todos. Para a maioria de nós, isso acontece por não ter sido devidamente estimulado no começo de nossas vidas, momento propício para isso. A verdade é que essa (A) ausência de estímulo ainda na infância dificulta muito lá na frente o entendimento de que movimentar nosso corpo é também uma forma de amor e autocuidado consigo mesmo.  

Pouco importa a modalidade, o segredo mora em se apaixonar pelo processo sem focar no resultado final e descobrir-se capaz de qualquer coisa quando se tem garra e paciência. E você, é movido pelo esporte?

O despertar do esporte O despertar do esporte O despertar do esporte O despertar do esporte

Compartilhar:


Para Inspirar

Estúdio Plenae: Entrevista com Ana Maria Diniz

Filha do empresário Abilio Diniz, idealizador do Plenae, Ana Maria Diniz conta como surgiu o interesse na família pelo tema longevidade.

20 de Junho de 2018


Filha do empresário Abilio Diniz, idealizador do Plenae, Ana Maria Diniz conta como surgiu o interesse na família pelo tema longevidade.

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais