Coloque em prática

Dicas para ajudá-lo na prática da meditação

Para médica americana, qualquer pessoa pode meditar

31 de Janeiro de 2020


Ao contrário de alguns desafios, a meditação diária não requer esforço físico ou disciplina alimentar. Tudo o que você precisa fazer é sentar-se em silêncio por alguns minutos. Mas entendi: esse ainda é um grande obstáculo para muitos - e não é necessariamente porque estamos todos muito ocupados. Aqui estão dez maneiras de tornar a meditação parte do seu dia.

1. Encontre o tipo certo para você
A meditação transcendental combina melhor com minha personalidade, estilo de vida e humor, mas isso não significa que é o tipo certo para você. Existem dezenas de maneiras de praticar (vipassana, mindfulness etc), então converse com amigos, faça alguma pesquisa e procure on-line sobre as diferentes técnicas.

2. Mude o mindset
Muitas pessoas têm uma percepção negativa da meditação, pensando que ela simplesmente envolve não fazer nada por um período de tempo para obter alguns efeitos vagos e não quantificáveis. Mas pesquisas concluíram que a prática tem um impacto real e profundo em nossa saúde física, mental e emocional, mudando até a maneira como nossos cérebros crescem e os genes funcionam.

3. Considere um investimento na sua produtividade
Se você acha que não tem tempo para meditar, eu garanto que, se você tentar por apenas 20 minutos, se sentirá mais produtivo, focado e eficaz no resto do dia. A maioria das pessoas ocupadas e bem-sucedidas que conheço no mundo medita diariamente, se não duas vezes por dia. Aprenda com o exemplo delas.

4. Medite de manhã
Essa é a maneira mais fácil e eficaz para tornar a meditação um hábito diário. Nesse período, a cabeça está mais descansada e é mais fácil não se deixar tomar pelas obrigações profissionais e pessoais. Há também um grande benefício para a meditação matinal: aumenta a positividade, a produtividade e o humor geral.

5. Escolha um local apropriado
Isso pode ser crítico para o seu sucesso se você mora com um cônjuge, filhos, amigos ou animais de estimação. Escolha um local em sua casa onde você não seja perturbado e possa meditar todas as manhãs. Como qualquer outro hábito, estabelecer consistência é a melhor maneira de transformar uma nova prática em um costume diário.

6. Mude de lugar, se necessário
Embora eu acredite firmemente que a meditação matinal é a melhor maneira de tornar a prática um hábito diário, há inevitavelmente aqueles dias em que você não consegue acordar trinta minutos mais cedo ou meditar antes de sair de casa. Mas como eu descobri, se houver vontade, existe um caminho.

Se você precisar sair correndo para uma reunião inicial, não há nada de errado em meditar no escritório. Outro bom local para uma sessão de meditação é no carro. Por fim, meditar na praia, no parque ou no seu próprio quintal pode ser positivo para a sua prática.

7. Silencie o telefone
Quase todas as chamadas ou mensagens de texto podem esperar vinte minutos para serem respondidas.

8. Programe um alarme
Independentemente do tipo de meditação que você escolher, use um cronômetro para que sua prática tenha consistência. O alarme permitirá que você se concentre na sua meditação, impedindo que sua mente se pergunte por quanto tempo está sentado ou quando poderá abrir os olhos.

9. Compartilhe sua prática com os outros
Dizer às pessoas que você ama e confia que está meditando pode ajudá-lo a se sentir orgulhoso de sua prática e reforçar a positividade que a meditação traz. Além disso, anunciar qualquer desafio em voz alta para amigos e familiares torna a missão mais real e aumenta a sua responsabilidade de cumpri-la.

10. Tenha compaixão consigo mesmo
Meditação não é fácil para todos, mas acredito que qualquer um pode praticá-la. Use a técnica para aprender a ser gentil consigo mesmo e não se culpar se falhar. Se você simplesmente desejar meditar, já estará no meio do caminho, cumprindo a intenção da prática de abrir seu coração para si mesmo e para novas possibilidades.

Fonte: Jennifer Ashton, médica, no livro The Self Care Solution, inédito no Brasil
Síntese: Equipe Plenae.
Leia o trecho original aqui.

Curtir

Compartilhar:


Coloque em prática

Que tal começar a correr? Conheça os benefícios da prática

A corrida pode ser o exercício físico acessível, relaxante e completo que você procurava. Saiba mais sobre as vantagens do esporte

21 de Abril de 2020


Você busca um exercício que seja eficaz e ao mesmo tempo divertido? Que não pese no seu bolso e nem na sua rotina? Então, suas desculpas acabaram: você deveria começar a correr. Isso porque os benefícios da prática são os mais variáveis possíveis, segundo esse compilado de pesquisas publicados pelo portal americano Runner’s World e pela revista Podium Runner . Conheça algumas vantagens dessa atividade e, ao final, confira algumas dicas de como começar a praticá-la ainda hoje.


SAÚDE MENTAL

Exercícios físicos, por si só, são capazes de liberar o já conhecido hormônio da serotonina. Esse hormônio é o responsável por regular nosso humor, sono, apetite e até nossa temperatura corporal. A corrida, é claro, não foge a essa regra. Um estudo realizado em 2012 pela publicação Medicine & Science in Sports & Exercise identificou que até mesmo 30 minutos caminhados em uma esteira, em intensidade moderada, já é capaz de melhorar o humor de pacientes que sofrem até mesmo depressão de alto grau. A sensação de suar também é um dos possíveis motivos para esse sentimento positivo. O suor traz consigo a mensagem do esforço, representa a recompensa final e é conhecido como “O Suor da Felicidade”, como cravou a revista Psychological Science . Ele é inclusive perceptível pelos que estão ao seu redor, que acabam se contagiando com essa sensação de alegria.


SAÚDE FÍSICA

Correr vai te ajudar a acelerar o seu metabolismo. Isso consequentemente vai te ajudar a queimar calorias indesejadas mais rápido. E você não precisa estar magro para correr, afinal, a atividade é livre e pode ser feita por qualquer um. A perda de peso ou o equilíbrio dele será uma consequência.


Ainda sobre metabolismo e o bom funcionamento do corpo, uma vasta revisão de 170 estudos epidemiológicos feitos pelo Journal of Nutrition, mostrou que exercícios feitos regularmente - como é o caso da corrida - reduzem os riscos do desenvolvimento de determinados tipos de câncer. Aos pacientes que já possuem a doença, a atividade, quando permitida pelo seu médico, pode trazer mais qualidade de vida ao paciente em tratamento. A corrida também é benéfica para o fortalecimento da sua massa óssea, ou seja, seus ossos num geral. Isso pode ajudar em possíveis problemas na coluna e até no joelho.


Mas o impacto das passadas não é prejudicial aos joelhos? Negativo, segundo pesquisador da Universidade de Boston, David Felson. Em entrevista a Rádio Pública Nacional, Felson diz não ter encontrado, ao longo de seu estudo, nenhuma relação com a corrida e a osteoartrite. Por fim, diferentes estudos apontam que o ato de correr regularmente é benéfico para trazer um melhor condicionamento cardiovascular, melhor composição corporal (menos gordura), menor colesterol, excelente controle de glicose e insulina, ossos mais fortes, melhor regulação hormonal e funcionamento neurológico positivo. Tá bom ou quer mais?

CONTATO COM A NATUREZA

Como já dissemos nessa matéria , o contato com a natureza é um interessante e potente aliado para a sua saúde física e mental. E a corrida geralmente é feita justamente assim, ao ar livre. Isso pode envolver natureza ou não, é claro. Se você morar em uma grande capital, o verde pode ser um pouco raro nas suas paisagens.

Mas isso pode depender um pouco de você também. Escolher parques como cenário da sua corrida pode tornar tudo mais leve, sua respiração fluirá melhor e você terá mais espaço e menos obstáculos. Além disso tudo, você estará em contato com a natureza, o que pode ser raro dependendo de sua rotina. Esse momento é único e valioso, onde diferentes benefícios estarão unidos em um só.

CONCENTRAÇÃO

Correr é um ato quase que de meditação , mantendo sua mente focada em um só objetivo: a reta final do seu trajeto. Músicas costumam ajudar no processo da concentração que a atividade exige, mas o estilo varia de corredor para corredor. O importante é se manter focado e ativo.

FAZER AMIGOS

Correr pode incrementar suas relações. Se inscrever em competições até mesmo fora de sua cidade, maratonas complexas e todo o preparo físico para elas - tudo isso fica melhor quando se tem companhia, e não só do seu preparador físico. A corrida pode ser um bom início para te tirar da zona de conforto e te levar a novos lugares e pessoas. Afinal, encontrar sempre os mesmos corredores no seu parque favorito pode vir a se tornar o começo de uma bela amizade, não acha?

LONGEVIDADE


O objetivo final do Portal Plenae pode ser atingido por meio da corrida. Um estudo guiado pelo Jornal Britânico de Esportes e Medicina descobriu que os corredores apresentam uma taxa de mortalidade de 25 a 30% menor em todas as causas analisadas do que os não corredores. Outra pesquisa , essa conduzida pela Ball State University , descobriu que um grupo de corredores e ciclistas de 75 anos, que se exercitam há aproximadamente 50 anos, possuía um perfil biológico mais próximo de estudantes de 25 anos do que os não praticantes de exercício. Não para por aí.

A amplamente conhecida Universidade de Stanford também se dedicou a estudar a longevidade, e um dos tópicos deste estudo foi a corrida. Eles compararam corredores locais, na casa dos 50 anos, com membros da comunidade de Stanford que não se exercitavam, mas que tinham os mesmos cuidados e acessos médicos de primeira linha. Vinte e um anos depois, a taxa de mortalidade era mais de 50% menor entre os corredores. Para a surpresa de todos os pesquisadores, os corredores estavam ficando mais jovens por mais tempo.


E aí, já está se sentindo inspirado e motivado a começar também a correr por aí? Então anote essas dicas que podem te ajudar!

  • Em primeiro lugar, é sempre imprescindível a opinião do seu médico de confiança. Você está apto a realizar esse exercício? Se sim, em qual intensidade? Essa “permissão” vai te trazer mais confiança e, claro, evitar possíveis problemas.
  • Médico liberou? Hora de escolher os tênis ideais para você! Em qualquer loja de esportes você encontrará uma gama imensa de opções. Não se deixe levar somente pelo visual deles. É importante que ele o tênis esteja justo na medida certa e seja específico para esse tipo de atividade. Esse link pode te ajudar nessa escolha!
  • Roupas também são parte importante desse processo. É preciso que elas sejam leves, mesmo nos dias frios. Essa leveza vai facilitar os seus movimentos, que serão em sua maioria, de impacto. Roupas muito pesadas podem até mesmo machucar a sua pele conforme o atrito inevitável do movimento.
  • Solta o som! Fones no estilo headphone são mais confortáveis para a corrida, pois ficam mais fixos do que os menores. E a playlist é por sua conta: pode ter músicas agitadas que te trarão gás, músicas relaxantes que manterão seu foco e até podcasts que te trarão conteúdos relevantes durante seus exercícios.
  • A escolha do local é também por sua conta. Há quem prefira correr na rua, mesmo com todos os obstáculos. Há quem prefira os parques, por conta de toda a natureza (lembra do item natureza?). Pode ser interessante você manter a frequência nesse mesmo local, assim consegue estabelecer metas precisas de superação, como dar uma volta a mais a cada dia de prática ou atingir determinada distância.
Agora é só começar a correr! Não esqueça de tirar uma foto da sua prática e compartilhar no instagram marcando o @portalplenae. Assim você vai incentiva toda a comunidade Plenae a seguir o seu exemplo também.

Curtir

Compartilhar:


Inscreva-se


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais