Parada obrigatória

Você ouviu o que eu ouvi?

O que foi falado no Plenae em março

31 de Março de 2023


Você ouviu o que eu ouvi?

Nós ouvimos histórias emocionantes na décima primeira temporada do Podcast Plenae. Sim, ela chegou! Em março, iniciamos mais uma jornada de inspiração, onde a história do outro pode servir de impulso para que eu mude a minha própria história. 

Nesse mês, tivemos o relato da maternidade que trouxe um novo propósito para Carola Videira; da força mental que Roman Romancini teve que ter para escalar a maior montanha do mundo mesmo diante de tantas adversidades; do processo de reconhecimento do próprio corpo que Pedro Pimenta enfrentou; e das pequenas mudanças que geram grandes resultados que Daniela Lerario nos ensinou. 

Mas nem só de podcast vive o Plenae! Confira outros assuntos que passaram por aqui.


Parece, mas não é
Há muita confusão e até algumas mentiras envolvidas quando o assunto é candomblé e umbanda. Apesar de terem algumas semelhanças, as duas crenças vieram de lugares diferentes e possuem suas próprias celebrações e características particulares. Vem desmistificar mais esse conceito junto com a gente.


ZZzzzZ
Sono é um assunto constante por aqui. Isso porque essa atividade, que deveria ser automática e fisiológica para todos, nem sempre é assim. Muitos enfrentam dificuldades na hora de deitar e descansar e sentem os efeitos dessa falta no dia a dia. Separamos dicas de ouro neste artigo para você conseguir dormir mais fácil!



Os ensinamentos de Simone de Beauvoir
O que a filósofa feminista e uma criança de 6 anos têm em comum? Ambas apareceram por aqui, na nossa crônica em homenagem ao Dia das Mulheres. Afinal, não se nasce mulher, torna-se. E isso não tem a ver com o sexo biológico, mas sim, sobre o entendimento do que é ser mulher. Venha refletir com a gente!


Pequenos passos, grandes mudanças
Seja a mudança que você quer ver no mundo. Essa frase de Mahatma Gandhi deve nortear os nossos dias. Neste artigo, separamos dicas para ser mais inclusivo nos seus dias, inspirados pelo episódio de Carola Videira. Você pode colocar em prática a qualquer momento e tornar o mundo um lugar melhor para o outro! 



Malhe sua mente
É isso mesmo que você leu: mais do que malhar os seus músculos, você precisa malhar a sua mente. Para isso, não será necessário pesos ou cordas, mas sim, muita disposição para exercitar suas emoções e fortalecer sua saúde mental. Nos inspiramos no relato de Roman Romancini. Não entendeu nada? Clique aqui!


Os caminhos pós-amputação
Apesar de extremamente desafiadora, existe vida pós-amputação. Inspirados no episódio de Pedro Pimenta, fomos entender um pouco mais sobre as batalhas emocionais, fisiológicas e até legais que uma pessoa que tem um membro amputado precisa passar. Lembre-se: cada experiência é única e individual.



Ciência alucinada
E o Tema da Vez de março trouxe um tema que precisa ser falado sem tabus: os benefícios medicinais das substâncias psicoativas, também conhecidas como “alucinógenos”. Esqueça seus preconceitos e venha ler com profundidade a verdadeira revolução científica que está acontecendo diante dos nossos olhos!



No outono é sempre igual…
…As folhas caem no quintal! A estação mais poética do ano chegou e ganhou uma crônica por aqui. Inspire-se nas árvores, que se renovam nesses três meses, e renove-se você também. É no mês de março que os planos começam a entrar em ação e o ano toma mais fôlego, com os últimos resquícios solares. Venha ler!
Nos vemos em abril com mais histórias para serem contadas no final da décima primeira temporada do Podcast Plenae e muitos outros conteúdos que buscam, acima de tudo, trazer atalhos para uma vida com mais qualidade. Até breve!

Compartilhar:


Parada obrigatória

Novos ciclos e seus recomeços

O que rolou em janeiro no Plenae!

27 de Janeiro de 2022


2022 começou com toda a força e alegria que precisávamos! Depois de tempos invariavelmente difíceis, seja para o mundo ou para os indivíduos de forma individual, o que paira no ar hoje é a vontade de recomeçar, o restart que nossas energias precisavam. 

E, tendo tudo isso em vista, o Plenae não poderia deixar de estar atento aos novos movimentos refletidos, é claro, em nossos conteúdos. Iniciamos o novo ciclo dedicando a primeira semana do mês à campanha Janeiro Branco, que tem como objetivo trazer a pauta da saúde mental ainda mais para a mesa. 

Para celebrá-la, investigamos quando é o melhor momento para iniciar o processo terapêutico, e quais são os caminhos possíveis dentro dele. Na sequência, como de praxe, comemoramos o Dia da Gratidão e, em sua homenagem, fizemos um Plenae Apresenta dedicado ao Ted Talks do monge e estudioso ecumênico David Steindl-Rast. Para ele, a fórmula é simples: quer ser feliz? Seja grato! 

 
E se o ano é novo, talvez o propósito também seja. Mas se você ainda não encontrou qual é o seu, calma, nós te ajudamos! Com dicas fáceis e mastigadas, como você já conhece, fizemos um post no Instagram inspirado em uma matéria antiga aqui no portal, que tinha como intuito te fazer refletir e encontrar a sua missão de vida.

Também falamos sobre como manter um hábito mesmo sem se sentir motivado, afinal, o primeiro mês do ano é a temporada oficial das promessas que, infelizmente, vamos deixando pelo caminho, muitas vezes pela falta das três regrinhas principais: foco, força e fé!

E, se suas férias já acabaram e você voltou para a correria da rotina, pode estar sofrendo da Síndrome do Domingo. Apesar de bastante comum, ela pode ser nociva se for muito frequente ou muito intensa. Mas fique tranquilo: separamos alguns passos simples que podem te ajudar a combatê-la. 

 
Apesar de serem parecidas e até rimarem, empatia e simpatia são diferentes em seus significados e funções sociais. Mas você saberia dizer quais são essas diferenças? Te explicamos tudinho aqui, nesta matéria. Alerta spoiler: é possível sentir empatia sem sentir simpatia! Ficou confuso? Corre lá para entender melhor.

Uma má noite de sono pode afetar sua empatia, sua simpatia e todos os seus outros sentidos e sentimentos. Isso porque o sono, como já é amplamente sabido, afeta todo o nosso corpo e mente. Mas há o que se fazer para combater esse pouco descanso, contanto que ele não vire regra, é claro. 

Um desses passos é, justamente, a meditação - também antiga por aqui. Mas você sabia que meditar pode alterar a forma do seu cérebro? Apesar de parecer assustador, essa é na verdade uma notícia boa. Transcender para outro estado de consciência com frequência pode aumentar sua massa cinzenta em campos importantes do órgão, como a memória e a concentração.

 

Entre seus benefícios está, por exemplo, a redução do estresse e a melhora da saúde mental. E se o assunto é saúde mental, é hora de se perguntar: estamos falando o suficiente sobre o tema com as nossas crianças? Engana-se quem pensa que a infância é só alegria! Ela pode ser palco para sentimentos confusos e reprimidos se não houver a devida atenção e compaixão. Esteja atento aos sinais!

E ah: não se esqueça de se manter sempre hidratado. Beba líquidos e leia os conteúdos do Plenae: essa receita vai te levar longe! Nos vemos mês que vem com mais surpresas e inspirações para uma vida repleta de qualidade e saúde!

Matérias que você não pode deixar de conferir
 Como solidificar as suas relações - e porque isso é importante
Os efeitos da fé no nosso cérebro
Como trazer a prática do Ho'oponopono para seus filhos?
Os novos medos: qual é o seu?

Nossa frase do mês para você refletir

E ai, gostou da nossa news? Tem alguma sugestão de melhoria?
Conta pra gente no news@plenae.com 

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais