Coloque em prática

Ghosting, love bombing e outros: quais são os termos modernos dos relacionamentos?

Em busca de traduzir situações comuns a todos os modelos de relacionamentos, a modernidade cria termos - geralmente em inglês - que sintetizem tudo isso

7 de Agosto de 2023


Na era do amor líquido, termo que te contamos neste artigo, as relações que já são complexas por essência, tendem a se tornarem ainda mais. Isso porque as linguagens de amor e a comunicação em geral são escassas e é difícil saber quando o outro está na mesma página e quando você deve sair dessa dinâmica. 

Em busca de traduzir todo esse mix de sentimentos, especialistas de diferentes áreas e até internautas comuns criam termos que sintetizem situações comuns a todo tipo de relacionamento - e não são poucos, como te contamos neste Tema da Vez: monogâmico, não-monogâmico, heterossexual, homossexual, casamento, etc.

Quais são esses termos, afinal? Vamos te contar os principais a seguir!


Ghosting

Talvez o mais famoso e mais antigo deles, o ghosting vem da palavra inglesa ghost, que quer dizer fantasma. Portanto, o neologismo se refere a prática de alguém se tornar um fantasma, aquele verdadeiro desaparecimento sem explicação. 

Sabe quando você está conversando com alguém e conhecendo essa pessoa melhor, mas ela vai parando de te responder - ou pode até ser bruscamente - até que ela suma de vez da sua rotina de conversas? Pois é, esse é o ghosting

E ele não se restringe só a relacionamentos não: amigos também podem virar fantasminhas sem maiores explicações até que eles se tornem meros colegas ou até somente conhecidos. 

Outro termo que se encaixa nessa mesma premissa é o curving, que remete à palavra curva. Ou seja, é quando a pessoa “dá uma curva” na outra e vai sumindo aos poucos, respondendo de forma mais desinteressada e desmarcando sempre com o pretexto de estar ocupada para sair.

Haunting 

Também derivada de uma outra palavra em inglês, o haunt quer dizer assombrar. Portanto, a prática do haunting geralmente vem de uma pessoa que tinha desaparecido - dado um ghosting - e, de repente, ela volta. Isso porque a assombração se refere, claro, a fantasmas. Por isso o caráter do sumiço antes, para depois reaparecer. 

Nesse mesmo caso, pode ser usado o termo zombieing, que vem de zumbi. Ou seja, a lógica é a mesma: ressurgiu dos “mortos” a pessoa que tinha desaparecido ou se tornado um fantasma. 

Stalker 

Essa é também bastante famosa e mais antiga - e já se tornou até mesmo uma lei. A lei nº 14.132/2021 descreve o crime de perseguição e acrescenta o Art. 147-A ao Código Penal Brasileiro. 

O stalker é aquela pessoa que fica literalmente perseguindo a outra, seja de forma digital, marcando uma presença excessiva e exaustiva, ou até presencial - o que é mais preocupante e pode trazer consequências muito negativas. 

Uma das maneiras do stalker agir também ganhou o seu próprio termo em inglês: orbiting, que significa órbita. Mas, nesse caso, é mais quando uma pessoa fica rondando (ou orbitando, no caso) a outra logo após o término do relacionamento.

Sabe o meme do “oi, sumida”? 
É bem por aí: o interessado fica esperando esse término, torcendo por ele, stalkeando sem parar e gerando quase que uma perseguição mesmo. O termo snooping também se aplica para esse mesmo tipo de situação, a velha e (nada) boa “bisbilhotada”. 

Benching

Bench em inglês significa banco. Esse termo é utilizado para aquelas pessoas que deixam a outra “no banco de reservas”, ou seja, de molho. Pode ser só um ficante que está te enrolando ou até mesmo um ex que decidiu terminar tudo, mas que quer te manter ali como uma segunda opção, um stand by caso ele precise acionar novamente quando lhe der na telha. 

Também pode ser chamado de paperclipping (uma relação curta que vai e volta) ou cushioning (geralmente, pessoa que está em um relacionamento monogâmico, mas flerta com outras, principalmente em aplicativos de namoro). Em resumo: Fuja! 

Love bombing

O mais recente de todos eles, love bombing é, em tradução livre, uma bomba de amor. Ela acontece quando a pessoa está extremamente interessada em ganhar a sua atenção e, portanto, te bombardeia de atenção, amor, afeto. Mergulha no seu universo, se interessa pelas mesmas coisas, é sempre presente. 

Mas, o bombardeio acaba assim que ela percebe que já te ganhou, ou seja, não é mais preciso conquistar esse “item”, como num leilão mesmo. E aí, após isso, a tendência é que o ghosting apareça. 

Um outro termo que se enquadra nessa dinâmica é o lemming, que é o nome que se dá ao lemingue, um roedor solitário que habita os países escandinavos e que encontra outros da mesma espécie apenas para reproduzir e depois se separar. 

Sabe aquela pessoa que está se relacionando com alguém, mas que pode descartar esse alguém a qualquer momento em que encontrar uma outra que se interesse mais? Esse é o lemming. Não há cerimônias para ir embora caso aquele relacionamento lhe parecer desinteressante. O verdadeiro amor líquido que mencionamos lá no começo. 

Já o breadcrumbing, que literalmente significa deixar migalhas de pão, também pode ser um ato do love bombing. São essas pequenas demonstrações de atenção e conexão que fazem a pessoa acreditar que é especial, mas que nem sempre é.

Whelming

Essa tática é, na verdade, fruto de uma insegurança de quem a pratica - e isso se aplica a várias outras, mas especialmente essa. Trata-se de uma derivação do termo overwhelmed, ou sobrecarregado em português. A prática consiste em se fingir “cansado” da insistência dos seus outros pretendentes. 

Mas o pulo do gato é esse: você não desabafa esse aparente cansaço para qualquer pessoa, mas sim, para o seu objeto de desejo. Então é um teatro feito para que o pretendente real sinta ciúmes ou acredite que você é uma pessoa bombada e cheia de interessados, quando a verdade não necessariamente é essa. 

Outros termos

O dicionário do amor atual é tão complexo que há ainda uma infinidade de outros termos menores e mais específicos. São eles:

  • Cuffing season: aquele período de inverno quando mesmos solteiros convictos estão em busca de um relacionamento por carência. 

  • Stealthing: retirar a camisinha durante o sexo sem avisar o outro e sem que isso seja um acordo entre as duas partes - prática abusiva e perigosa.

  • Tuner: alguém que gosta do outro, mas que não quer tornar isso mais oficial ou sequer falar sobre o assunto. Pode ser chamado de pocketing também.

  • Negging: um insulto disfarçado de elogio, aquela ofensa disfarçada de brincadeira. 

  • Glamboozling: quando a pessoa desmarca o encontro de última hora ou dá um bolo sem nem avisar.

  • Gatsbying: quando a pessoa faz um post com a intenção de chamar a atenção de uma pessoa específica.

  • Kittenfishing: a "pesca de gatinhos" é a pessoa que edita muito suas fotos ou mentem sobre sua aparência e interesses para parecer mais interessante. 


Pronto! Agora você já está antenado nos novos termos, assim como fizemos com as siglas sobre os novos medos neste artigo e neste também. Você se reconheceu em alguma dessas situações? Acredite: você não precisa estar em uma relação onde sua presença não é devidamente reconhecida e celebrada. Se sentir que será difícil sair dessa sozinho, busque ajuda especializada. Você vai conseguir!

Compartilhar:


Coloque em prática

5 aplicativos para equilibrar a sua mente

Apesar de às vezes vilã, a tecnologia pode ser sua aliada em busca de mais equilíbrio para a sua mente se usada com sabedoria

17 de Outubro de 2021


A tecnologia hoje engloba nossa vida de tal maneira que já parece parte do nosso corpo. Cada vez mais aplicativos variados são desenvolvidos para os nossos telefones, desde joguinhos bobos e relaxantes a sérios e sóbrios aplicativos de investimento e até aplicativos para organizar a sua vida, como contamos aqui.


Durante a pandemia do coronavírus, a saúde mental se viu ainda mais sob os holofotes graças ao momento atípico que vivemos e as pessoas se voltaram cada vez mais para a tecnologia em busca de auxílio nesse aspecto. 


O movimento do calm-tainment é um exemplo disso: essa busca por entretenimento calmo encontrou ecos nos aplicativos de streaming de músicas e filmes e ainda aplicativos que auxiliam na meditação ou com mensagens calmantes, por exemplo. É o caso da Join Coa, a “primeira academia para saúde mental do mundo”, e até o aplicativo da gigante Calm, que “conversa” com o usuário diariamente. 


Quando o assunto é celular, é importante saber que não há aplicativo que possa substituir o tratamento adequado para problemas psicológicos como a depressão e ansiedade. Mas, sim, eles podem ajudar nessa empreitada. Aqui, listamos cinco deles que podem te ajudar a cuidar da sua mente da melhor maneira possível:


Insight Timer


O Insight Timer é principalmente focado na prática da meditação, mas conta também com um acervo gigantesco de músicas e sons relaxantes para ajudar no sono, além de textos e até cursos. Possui, também, uma função social, sendo possível adicionar outras pessoas e até ver se estão usando o app para meditar no momento.


Ao abrir o aplicativo pela primeira vez, você faz um curto cadastro onde deixa claro seus interesses, visões e experiências com a meditação e temas relacionados como espiritualidade, bem-estar, controle da ansiedade etc. Com isso, ele mesmo já sugere conteúdos de acordo com as informações fornecidas. 


O Insight Timer é gratuito, com assinatura opcional paga. Está disponível para Android e iOS, totalmente em português.


Querida Ansiedade


Desenvolvido por duas brasileiras, a psicóloga Camila Wolf e a designer Ana Luiza Parente, o aplicativo Querida Ansiedade é simples e direto: ele busca trazer informações por meio de textos, vídeos e podcasts que ajudam a entender e controlar a ansiedade, explicando, principalmente, como ela também é uma das inúmeras emoções humanas e não necessariamente uma das maiores vilãs do século XXI junto com a depressão. Cabe a nós apenas saber lidar, o que muitas vezes não sabemos como fazer.


Nele, são enfatizadas ainda a importância do tratamento psicológico através da terapia e de práticas saudáveis na busca por essa forma de autoconhecimento, como a escrita. Também está disponível para Android e iOS. É gratuito, sendo a função de terapia à distância a única paga.


Headspace


Talvez o mais famoso dentre os aplicativos desse estilo, o Headspace é excelente para meditação guiada e já virou até mesmo série no Netflix. Muito didático, ele te propõe exercícios diários de meditação com tempos crescentes, além de também ajudar no sono e no foco.


Disponível em português para Android e iOS, os vídeos e exercícios são fornecidos por etapas, de acordo com seu progresso diário. Para quem se interessa pela prática meditativa, mas não consegue fazê-la sem ajuda, é uma excelente pedida. É gratuito, mas conta com a opção premium.


TED


Os famosos TED Talks agora também possuem versão em aplicativo para Android e iOS. Já populares na internet há anos, eles são um conjunto de palestras sobre os mais variados motivos, sempre dadas por especialistas da área. O grande objetivo do TED é difundir ideias de maneira acessível ao máximo de pessoas possível, e, atualmente, esses leves programinhas de celular parecem ser a melhor via para tal.


O app conta com um grande acervo de vídeos em português ou pelo menos com legendas no idioma, além de podcasts que também podem servir para agregar cada vez mais conhecimento. Você ainda pode filtrar pelo assunto que busca, e aqui dentro desta matéria, indicamos que você busque por palavras chaves relacionadas à sua mente.


Freeletics


A saúde mental e a física não são duas coisas separadas, muito pelo contrário. Como diz o antigo ditado, “mente sã em corpo são”. Por isso, uma das formas mais conhecidas de se cuidar da mente é por meio do corpo, e o Freeletics é excelente para isso. 


O aplicativo elabora um plano de exercícios (com aparelhos de musculação e sem, para quem não tem acesso) de acordo com seus objetivos, peso, altura e idade. Resistência, condicionamento físico, ganho de massa muscular… tudo aquilo que nos leva a fazer matrícula na academia, dessa vez direto no celular. 


Ele conta também com uma refinada inteligência artificial que vai adaptando os exercícios conforme os seus desempenhos e resultados. Está disponível em português para Android e iOS.


Em tempos tão complicados, é importante manter o cérebro afiado e o corpo sadio. Os aplicativos listados não são milagrosos, mas podem dar um importante apoio para quem busca tratamento e esse olhar cuidadoso para a mente.


Existe algum outro que te ajuda a lidar com o seu dia a dia? Conta pra gente no Instagram!

Compartilhar:


Inscreva-se na nossa Newsletter!

Inscreva-se na nossa Newsletter!


Seu encontro marcado todo mês com muito bem-estar e qualidade de vida!

Grau Plenae

Para empresas
Utilizamos cookies com base em nossos interesses legítimos, para melhorar o desempenho do site, analisar como você interage com ele, personalizar o conteúdo que você recebe e medir a eficácia de nossos anúncios. Caso queira saber mais sobre os cookies que utilizamos, por favor acesse nossa Política de Privacidade.
Quero Saber Mais